terça-feira, 24 de maio de 2016

Descobrir o Museu Grévin

Descobrir o Museu Grévin

O Museu Grévin é um bonito museu de cera, localizado em Paris, que foi fundado em 1882 por Arthur Meyer, Alfred Grévin e Gabriel Thomas e que é um dos museus de cera mais antigos da Europa.

A entrada do Museu

No final do séc. XIX, Arthur Meyer (jornalista), teve a ideia de apresentar ao público algumas das suas personalidades favoritas em 3D, tendo-se então juntado a Alfred Grévin (caricaturista, escultor, cartoonista e figurinista), para levar a cabo este projecto. Assim em Junho de 1882 foi inaugurado o museu inicial, tendo sido um sucesso imediato, havendo a necessidade de expansão do museu e de um melhor aperfeiçoamento. Como tal, no ano seguinte Gabriel Thomas (empresário) junta-se aos outros dois e levam a cabo a expansão do local.

Várias personalidades
O local está dividido em áreas distintas, a primeira das quais, criada por Gabriel Thomas, o Palais de Mirages, onde decorre o espectáculo inicial de luzes, que o levam a diferentes lugares, como uma floresta tropical, ao deserto egípcio e ainda a um palácio asiático. Infelizmente não é possível tirar fotos na sala dos espelhos, só mesmo à entrada.

A entrada da Sala dos Espelhos

Terminado o espectáculo segue-se em direcção às diferentes salas com as esculturas de cera, que estão dividas por temas. Um desses temas é " O Espírito de Paris", que nos levam por entre esculturas do mundo da moda, ou não fosse Paris a capital da moda, por figuras importantes da Ópera, entre outros.

Nós no "Espírito de Paris"

Existem ainda uma outra área denominada "Os Campeões" onde estão representados vários atletas de diferentes categorias, os melhores do seu desporto e cujas roupas que estão nas estátuas dos verdadeiros retratados.

A visitar dois campeões

Mas não é só de celebridades reais que o museu é feito e quem visita o museu com crianças encontrará uma área que decerto vai deixar encantada a pequenada e que se denomina de "O mundo das crianças", onde encontrá vários heróis de desenhos animados como o Scrat da Idade do Gelo, o Homem Aranha, o Príncipezinho, entre outros.

Para a criançada...E não só

Outra das áreas mais concorridas é a " História - ontem e hoje ", onde encontrará várias figuras icónicas do nosso planeta. Homens e mulheres, que escreveram uma página importante na história do mundo e com os quais nos é possível tirar um foto.

Ícones da história do Mundo

Existem uma zona denominada "Tour da Descoberta" onde de forma interactiva é explicado como é todo o processo para a fabricação destes maravilhosos bonecos de cera, passando por 4 etapas principais, são elas a escultura, a modelagem, cabelo e maquilhagem e por fim os trajes e acessórios.

E por fim encontrará uma área, talvez a que mais desperte a atenção, denominada "Conhecendo as Estrelas" , onde poderá ter um encontro imediato com as principais celebridades do mundo artísticos.

Eu a conhecer as celebridades
Uma das coisas que gostei particularmente neste museu é que não vemos apenas os bonecos de cera, existe toda uma história a rodear a nossa visita. Ou seja, durante a nossa visita vamos vendo ainda retratados acontecimentos marcantes da história do mundo, nomeadamente a Peste Negra, as Guerras, a Escravidão, a Inquisição ou ainda a Revolução Francesa. O que acaba por nos fazer viver um pouco o que os nossos antepassados viveram.

A reviver momentos marcantes da história mundial

Devo confessar que fiquei encantada com a visita ao Museu Grevin, uma vez que foi o meu primeiro museu de cera. Quando paguei o bilhete de 24,5€ não fiquei muito convencida e achei bem caro, mas depois de visitar acho que valeu cada cêntimo. A minha única crítica é que a maior parte das figuras que aqui estão representadas são francesas e não são assim tão conhecidas pelo mundo fora, o que acaba por muitas vezes nos deixar a pensar "quem será este?".
Quando visitei o museu ia com um primo que nasceu em França o que acabou por nos facilitar porque nos ia explicando quem eram as personalidades que não conhecíamos.

E vocês já visitaram o Museu Grévin de Paris? O que acharam?

Espero que tenham gostado :)