segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Os Melhores destinos em 2015

Os Melhores destinos em 2015

Mais uma vez o Tripadvisor decidiu eleger os melhores destinos do mundo, no Traveller's Choice 2015. Este ranking baseia-se na qualidade e na quantidade de avaliações, dadas pelos utilizadores do site, das atracções, dos hotéis e restaurantes, nas diferentes cidades e nos últimos 12 meses.

Assim decidi falar um pouco destes dez maravilhosos destinos.

10º - Cidade do Cabo Central, África do Sul
A Cidade do Cabo Central é um dos mais populares destinos turísticos de África do Sul. Os vestígios mais antigos da ocupação humana no local, foram encontrados nas Grutas de Peers e datam de cerca de 10 000 a.C.. Mas a primeira vez que a cidade foi referida num documento, foi na altura dos Descobrimentos, quando o explorador português Bartolomeu Dias passou pelo local, em 1486.
Esta bonita cidade é conhecida pelas paisagens perfeitas da Praia de Blaauwberg, do Jardim Botânico Nacional de Kirstenbosch ou ainda pela reserva natural do Cabo da Boa Esperança. Mas não são só fantásticas e maravilhosas paisagens que fazem da Cidade do Cabo uma cidade inesquecível, ali ainda é possível visitar a Ilha Robben, prisão onde Nelson Mandela esteve preso durante 27 anos.

Cidade do Cabo (Fonte: www.africa-turismo)


9º Paris, França
Paris é uma importante cidade na história do mundo, abrigando numerosos monumentos e sendo o símbolo da cultura francesa. Acredita-se que o primeiro povo a habitar Paris terá sido o da cultura chasseana, entre o ano de 4000 e 3800 a.C., no agora designado 12º arrondissement (bairro) de Paris.
Esta bela cidade é um local propício ao romance e à descoberta de pequenas maravilhas, como tal, não deixe de saborear um delicioso croissant, num dos muitos cafés espalhados pela cidade, depois de passar o dia a caminhar pelas margens do Sena e a maravilhar-se com os ícones da cidade, como a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo ou a Catedral de Notre Dame. Descubra as maravilhosas exposições no Louvre e acabe o seu dia com um show no Moulin Rouge. Tenho a certeza que ficará encantado com Paris.
Se quiser saber um pouco mais da cidade veja o nosso artigo Visitar Paris em 4 dias, onde vos damos a conhecer o nosso roteiro pela cidade.

Paris

8º - Buenos Aires, Argentina
Buenos Aires é um dos mais importantes destinos turísticos do mundo, sendo conhecida pela sua arquitectura de estilo europeu e pela sua fantástica vida cultural, com a maior concentração de teatros do mundo. Esta bela cidade foi fundada em 1536, por Pedro de Mendoza, que lhe deu o nome de Nuestra Señora del Buen Ayre, mais tarde esta terá sido abandonada e só em 1580 voltou a ser repovoada.
A cidade de Buenos Aires para além de ser mundialmente conhecida pelo seu tango sedutor e repleto de energia é ainda um local que nos transporta no tempo, através de alguns locais maravilhosos. Nomeadamente, o Café Tortoni, o bar mais antigo da cidade, que nos leva até 1858 ou ainda o Teatro Colón que se mantém impressionante, tal como em 1908.   

Buenos Aires (Fonte: www.fourseasons.com)

7º - Roma, Itália
Roma é uma das cidades mais impressionantes do mundo e com uma história sem igual. Acredita-se que a mesma terá sido fundada no ano de 753 a.C., por Rómulo e o seu irmão Remo. Inicialmente, terá sido governada por reis, mas em 509 a.C., passou a ser uma República.
Tal como a máxima diz "Roma não foi construída em um dia" e para conhecer esta magnífica cidade, necessitará bem mais do que um dia. Roma é constituída por várias praças, mercados ao ar livre e locais históricos únicos. Quando visitar a cidade não deixe de jogar uma moeda na Fonte de Trevi, colocar a mão na Boca della Veritá, admirar o Coliseu e o Panteão, passear pelo Forum Romano e pelo Monte Palatino e delicie-se com um "gelato" maravilhoso que encontrará em qualquer canto da cidade.
Para saber o que pode visitar nesta magnífica cidade veja os vários artigos que já dedicamos a Roma.


Roma

6º - Londres, Inglaterra
Londres é um popular pólo de turismo, estando repleta de fantásticas atracções. Esta bela cidade, inicialmente designada de Londínio, terá sido fundada por volta de 43 d.C., numa altura que o exército romano, a mando do imperador Cláudio, tomou a posse de Inglaterra.
Várias são a atracções espalhadas pela cidade, sendo que quatro delas foram classificadas como Património Mundial (a Torre de Londres, os Reais Jardins Botânicos de Kew, o local histórico de Greenwich e ainda a zona que compreende o Palácio de Westminster, a Abadia de Westminster e a Igreja de Santa Margarida). Londres é uma cidade que agrada a qualquer pessoa, independentemente dos gostos que cada um possa ter, sendo possível criar dias perfeitos consoante o que preferir. Se gosta de cultura não deixe de visitar a Tate Modern e a Royal Opera House, se gosta de moda, visite a Oxford Street e as suas inúmeras lojas, mas se prefere apreciar a gastronomia e o clássico sabor londrino não deixe de provar o chá com creme da Harrod's.

Londres

5º - Praga, República Checa
Praga é conhecida como a "cidade das cem cúpulas", sendo um dos mais belos e antigos centros urbanos da Europa. Segundo a lenda, Praga foi fundada pela Princesa Libuse e pelo seu marido Premysl, no séc. IX e foi tornado num dos mais importantes centros comerciais da Europa medieval.
Intitulada por muitos como "Paris da Europa de Leste", Praga vê o seu encanto no detalhes da sua arquitectura, nos seus telhados tortuosos, nos parapeitos ornamentados e nos brasões esculpidos. Qualquer lugar que possamos olhar tem um detalhe que nos cativa. Mas não foi só essa riqueza arquitectónica que levou a cidade ao quinto melhor destino do mundo, foi também o seu charme boémio e o ar de conto de fadas que paira pela cidade. 
Não deixe de conhecer o centro histórico da cidade, o Castelo de Praga, o magnífico Relógio Astronómico e ainda deliciar-se ao jantar numa tradicional taberna tcheca, seguindo depois para um dos fantásticos bares, localizados nos porões.

Praga (Fonte: www.culturamix.com)

4º Hanói, Vietname
Hanói é a charmosa capital do Vietname, que é habitada desde 3000 a.C.. Esta é considerada um dos principais centros culturais do país e onde a maioria das dinastias vietnamitas deixou o seu cunho. Marcas da sua história têm se mantido bem preservadas, nomeadamente o seu bairro antigo, os seus monumentos e a sua magnífica arquitectura colonial, espelhados no Mausoléu de Ho Chi Minh ou na prisão de Hoa Lo. Mas não só do passado vive Hanói e como tal é possível ver espalhados pela cidade vários destaques da era moderna.

Hanói (Fonte: www.crossingtravel.com)

3º - Istambul, Turquia
Istambul é uma cidade com quase dois mil anos de história, tendo sido em tempos conhecida como Constantinopla. Esta bonita cidade turca está cheia de alma e movimento, tendo-se reinventado ao longo dos séculos. 
Actualmente, mantém a beleza que lhe deu fama e é conhecida pela fantástica diversidade cultural que emana. Deixe-se surpreender pela combinação maravilhosa da sua arquitectura antiga e deslumbrante, com os ultramodernos restaurantes, discotecas fantásticas e das suas lojas de design. 
A área de Sultanahmet é um local de visita obrigatória para que possam visitar a bonita Mesquita Azul, o Grande Palácio e a Basílica de Santa Sofia, entre muitas outras atracções. Passeie também pela Ponte de Gálata e pelo Parque de Miniaturas.

Istambul (Fonte: www.wikipedia.pt)

2º - Siem Reap, Camboja
Siem Reap é um dos mais bonitos paraísos turísticos do mundo, aqui encontramos uma arquitectura única que vai desde o estilo colonial até ao estilo chinês e que tornam a cidade maravilhosa. Quem visita o local fica absolutamente encantado quando vê a luz do sol a iluminar os magníficos templos e ruínas de Angkor Wat. Estas estruturas antigas ficam num dos maiores complexos religiosos do mundo.
Várias são as atracções que aqui podem ser visitadas, em especial o complexo e a cidade real de Angkor Thom, construída no séc. XII ou ainda o maravilhoso Psah Chas (Velho Mercado) e o Mercado Noturno de Angkor, onde poderá ter uma aula sobre as práticas de barganha.

Siem Reap (Fonte: www.wikipedia.pt)


1º Marrakech, Marrocos
Marrakech, conhecida como "cidade vermelha", devido à cor presente na sua arquitectura, é um lugar mágico, que nos inebria. Apesar desta zona ser habitada desde o Neolítico, por agricultores berberes, a cidade só foi fundada em 1062, por Abu Bakr Ibn Umar e actualmente é um local cheio de atracções que deixam qualquer um sem palavras. 
Ao visitar esta bonita e fervilhante cidade marroquina, não deixe de visitar a Mesquita da Koutoubia, os Jardins da Menara, o Palácio Badii, os Túmulos Saadis e inúmeras outras atracções. E não perca a experiência de deambular pelos belíssimos souks.

Marrakech (Fonte: www.publituris.pt)

O que pensam desta lista? Já conhecem algum destes destinos? Deixem aqui as vossas opiniões...
:)

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

As melhores ilhas do mundo em 2015

As melhores ilhas do mundo em 2015

Mais uma vez o Tripadvisor decidiu eleger as melhores ilhas do mundo, no Traveller's Choice 2015. Este ranking baseia-se na qualidade e na quantidade de avaliações, dadas pelos utilizadores do site, das atracções, dos hotéis e restaurantes, nas diferentes ilhas e nos últimos 12 meses.

Assim, vou falar um pouco de cada um destes maravilhosos paraísos no meio dos oceanos.

10º - Arquipélago de Fernando de Noronha, Brasil
Fernando de Noronha é um arquipélago de origem vulcânica, do estado de Pernambuco, considerado Património Natural da Humanidade da UNESCO, desde 2001. É conhecido pelo seu delicado ecossistema, o que leva a que o grupo de visitantes seja restrito.
Terá sido descoberta entre 1500 e 1502, durante uma expedição comandada pelo explorador Fernando de Noronha.
Aqui encontram-se praias absolutamente inesquecíveis, todas com águas quentes e repletas de golfinhos, tartarugas marinhas peixes recifais e eventualmente tubarões, o que leva a que estas sejam promovidas para o turismo e o mergulho recreativo. As condições da água permitem que o mergulho a profundidades de 30 a 40 metros não necessite de um fato próprio e que seja possível ter uma visibilidade debaixo de água até aos 50 metros, tornando esta ilha um dos melhores destinos do mundo.
Mas não é só no mar que existem coisas maravilhosas para ver e fazer, também em terra firme é possível explorar as trilhas ecológicas do Jardim Elizabeth, da Costa Esmeralda ou da Baía do Sancho, ou ainda visitar o Forte e a Igreja da Nossa Senhora dos Remédios, o Palácio de São Miguel, entre outros.

Fernando de Noronha (Fonte: www.wikipedia.com)

9º - Bora Bora, Polinésia Francesa
Bora Bora é uma ilha da Polinésia Francesa, localizada no Oceano Pacífico, que terá sido descoberta para o mundo, por James Cook, em 1777. Contudo, por essa altura a mesma já seria habitada pela população polinésia desde o séc. IV.
A principal atracção desta bonita e romântica ilha é a sua laguna de águas calmas e cristalinas, o que permite a quem visita a ilha, usufruir de uma diversidade de actividades, que vão desde mergulho, alimentação de tubarões e raias, passeios todo o terreno, pelos Montes Pahia e Otemanu, até às visitas às antigas fortificações da Segunda Guerra Mundial.


Bora Bora (Fonte: www.fourseasons.com)

8º - Maurício, África
Maurício é um pequeno país insular do Oceano Índico, que terá sido descoberta em 1505, pelos portugueses e posteriormente, em 1598, colonizada pelos holandeses. Depois de ter passado pelas mãos de França e do Reino Unido, conseguiram a independência em 1968. 
Este é um paraíso tropical, constituído por águas azul-turquesa, que nos oferece uma geografia única e impressionante, recortada por montanhas de origem vulcânicas, rodeadas de recifes de corais maravilhosos e piscinas naturais magníficas.
Neste cobiçado destino do Oceano Índico, para além das magníficas praias, onde pode praticar todo o tipo de actividades aquáticas, pode ainda visitar uma reserva existente na Cansela e interagir com leões e tartarugas gigantes.

Maurício (Fonte: www.turismodigital.com)

7º - Bali, Indonésia
Bali é uma ilha da Indonésia, sendo o principal destino turístico deste país. Apesar de se saber que esta ilha terá sido povoada por volta do ano de 3000 a.C., existem vestígios da presença humana na ilha apenas a partir do séc. IX.
Esta ilha é um verdadeiro cartão-postal, cujas praias se caracterizam pelas areias finas e brancas e pela fantástica vida selvagem presente nas suas águas, ideal para os amantes de mergulho, que poderão apreciar as belas formações de corais e os destroços de um navio da II Guerra Mundial. Mas não só de praia e água se faz Bali, em terra podem visitar-se bonitos templos de pedra e ver vários macacos espalhados, fazendo as suas gracinhas.

Bali (Fonte: www.turismoadaptado.com)

6º - Ilha da Madeira, Portugal
A Ilha da Madeira, localizada no Oceano Atlântico, é conhecida do mundo como "Jardim Flutuante", dada a sua beleza inigualável. Foi descoberta pelas navegadores portugueses Tristão Vaz Teixeira, Bartolomeu Perestrelo e João Gonçalvez Zarco, em 1419 e o seu nome foi escolhido quando se aperceberam que a ilha estava repleta desta matéria prima.
Pela ilha encontrará um belo conjunto de jardins, locais religiosos e bonitas atracções turísticas, nomeadamente alguns miradouros, de onde poderá obter vistas únicas e maravilhosas da ilha.
Não perca o artigo com A nossa visita à Madeira.

Ilha da Madeira

5º - Ko Tao, Tailândia
Ko Tao é uma ilha magnífica, localizada no golfo da Tailândia, que durante muito tempo não foi habitada, servindo apenas para alguns pescadores, das ilhas vizinhas, descansarem durante as suas viagens ou então para se protegerem quando surgia uma tempestade.
Esta ilha, coberta de palmeiras, herdou o seu nome das várias tartarugas marinhas encontradas no local e resulta de uma mistura de paraíso tropical com um alegre areal sempre em festa. Possui praias deslumbrantes,com areia branca e águas quentes e cristalinas, pessoas bonitas, um ambiente fantástico e condições fabulosas para fazer mergulho, snorkeling, caminhadas e escaladas.

Ko Tao (Fonte: www.passagem-promocao.com)
4º - Santorini, Grécia
Santorini é uma ilha no sul do mar Egeu, que resultou da erupção vulcânica e deve o seu nome à Santa Irene. 
Esta ilha é encantadoramente diferente e para mim o local mais bonita que já conheci. Não sendo apenas uma ilha, mas também um vulcão (ainda activo), ao redor da qual foram construindo as cidades, com as bonitas casas caiadas de branco e com os telhados azuis.
Mas em toda a ilha encontramos atracções fantásticas, que vão desde as populares praias de pedras vulcânicas, Perissa e Kamari, pela mais famosa Red Beach (ideal para os aficionados por arqueologia), pela bonita cidade de Oia (lê-se Ia), por todas as bonitas paisagens, pela gastronomia eclética e saborosa e pelos excelentes vinhos.
Não deixe de ler o nosso artigo Um dia em...Santorini.

Santorini

3º - Roatán, Honduras
Roatán é uma ilha das Honduras, que se acredita que terá sido habitada pelo povo Maya e no séc. XVI, chegaram os espanhóis, que trouxeram os escravos africanos como parte da tripulação. No século seguinte a ilha foi invadida pelos ingleses mas posteriormente recuperada pelos espanhóis.
Quem visitar Roatán decerto não ficará desiludido, principalmente os adeptos de desportos aquáticos e do ecoturismo, podendo praticar tirolesa, pesca em alto mar, visitar o arquipélago de Cayos Cochinos e ainda poderão visitar os jardins botânicos de Carambola, passear Castelo de Pedra ou cavalgar pelas belas praias, nomeadamente a Praia de West Bay.

Roatán (Fonte: www.cruiseline.com)

2º - Maui, Havai
Maui é a segunda maior ilha do Havai e terá sido descoberta pelo explorador James Cook.
Esta bonita ilha alberga algumas das praias mais belas do mundo e é o destino perfeito para os amantes da natureza, possuindo uma maravilhosa floresta de bambus, várias cachoeiras belíssimas no Parque Nacional de Haleakala. Mas os amantes de desportos aquáticos também não ficarão defraudados pois a ilha é o destino perfeito para quem gosta de praticar windsurfe ou mergulho.

Maui (Fonte: www.dicasdehoteis.net)

1º - Providenciales, Turks e Caicos
Providenciales é a ilha mais desenvolvida e populosa de Turks e Caicos e terá sido documentada a sua existência por um europeu em 1512, através do conquistador espanhol Juan Ponce de León. Depois disso as ilhas passaram pelo controlo de Espanha, França e Inglaterra.
Em 2011 esta bonita ilha foi considerada como a "Best Beach", pelo TripAdvisor. Apesar do seu desenvolvimento, continua a ser o destino ideal para quem quer fugir da multidão e do stress do dia-a-dia.
Na costa norte da ilha encontram-se as mais belas praias de areia branca, bem como um fantástico recife de coral, de fácil acesso. Já na costa sul, encontra-se o Chalk Sound, um grande lago com água azul turquesa, cheio de penhascos e rochedos, sendo o local ideal para a prática de canoagem.

Providenciales (Fonte: www.allincluded.com)

Concordam com esta lista? Há alguma outra ilha que achem que deve figurar desta fantástica lista?
Deixem aqui a vossa opinião.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Visitar Roma sem gastar

Visitar Roma sem gastar

Hoje o artigo é mais uma vez dedicado à fantástica cidade de Roma. Quando visitei Roma uma das coisas que reparei e que mais gostei foi o facto de existirem imensas atracções gratuitas e que permitem viajar até Roma e puder visitar a cidade sem gastar muito.
Assim vou referir alguns das atracções que visitei sem pagar nada. Nesta pequena lista não vou referir nenhuma das fantásticas igrejas de Roma, pois todas as que visitei são gratuitas e caso queiram saber um pouco mais sobre cada uma delas podem ler o meu artigo O meu Top 10 de igrejas de Roma.

Arco de Constantino
O Arco de Constantino foi mandado construir em honra do Imperador Trajano e mais tarde foi adoptado por Constantino, que o dedicou ao seu triunfo sobre o co-imperador Maxêncio, algo que está narrado nas esculturas do mesmo. Este está localizado onde eram realizados os desfiles triunfais, durante a Roma Antiga. Pode-se dizer que este arco triunfal é ecléctico pois engloba peças de outros monumentos romanos antigos, que relembram Trajano, Marco Aurélio e Adriano.

Arco de Constantino

Teatro Marcelo
Este é o único teatro antigo que resta em Roma. Foi mandado construir por Júlio César e concluído por Augusto, que lhe deu o nome de Marcelo em homenagem ao seu sobrinho que morreu precocemente e que seria o seu sucessor como Imperador. Durante a Idade Média este edifício foi convertido numa fortaleza e no século XVI sofreu algumas alterações pelas mãos de Baldassarre Peruzzi. Foi este o edifício que serviu de modelo para a construção do Coliseu.

Teatro Marcelo
Panteão
O Panteão foi construído com o intuito de ser um templo dedicado a todos os santos, sendo o único edifício de arquitectura greco-romana totalmente intacto, na cidade. Actualmente, é uma igreja católica e o grande destaque é a sua cúpula gigante, que possui uma abertura no topo, permitindo a entrada de luz natural e também da chuva. Aqui podemos também encontrar o túmulo de Vittorio Emanuelle II e de Rafael.

Panteão

Fonte de Trevi
A Fonte de Trevi é a maior fonte barroca de Itália, com cerca de 26 metros de altura por 20 de largura, tendo sido inaugurada em 1762. Quando visitei Roma, este bela fonte estava em obras.


Fonte de Trevi em obras

A Boca della Veritá
A famosa Boca da Verdade é uma máscara de Tritão, em mármore, que tem a boca aberta. Diz-se que a estátua tem o poder de detectar mentiras e quem lá meter a mão corre o risco de ser mordido, caso seja um mentiroso.

Boca della Veritá

Monumento a Vittorio Emanuele II
O Monumento Vittorio Emanuele II é uma grandiosa construção de homenagem ao primeiro rei de Itália Vittorio Emanuele II, projectado por Giuseppe Sacconi. Este foi construído nos finais do séc. XIX, e possui uma estátua equestre do mesmo bem na frente do monumento. Por detrás encontramos a arder a chama eterna, que se encontra guardada dia e noite por soldados armados, no Altar da Nação. Na época em que foi idealizado o objectivo era que fosse visto por toda a cidade e segundo consta foram destruídas várias ruínas da Roma Antiga para que esse objectivo fosse cumprido.

Monumento a Vittorio Emanuele II

Circo Massimo
O Circo Massimo é uma antiga arena e local de entretenimento da Roma Antiga, utilizado pelos reis etruscos como palco de jogos e corridas. Mais tarde, Júlio César sentiu a necessidade de expandir este local, de modo a permitir aumentar a capacidade de espectadores. Este ocupa quase todo o vale que se estende entre o Palatino e o Aventino. Acredita-se que grande parte do património que em tempos existiu aqui ainda se encontra enterrado.
Este é um local fantástico para descansar um pouco e aproveitar para falar com as pessoas que por aqui circulam.

Circo Massimo

Existem inúmeros monumentos possíveis de serem visitados em Roma de forma gratuita e como tal esta é uma cidade que vale muito a pena se não quiser gastar muito dinheiro. Quais os locais que visitaram sem gastar em Roma?
Espero que tenham gostado ;) .

Vai visitar Roma? Se sim reserve agora o seu hotel. Não vai pagar nada a mais por fazer a sua reserva através do nosso blog e ainda nos ajuda. Veja as opções de hotéis em Roma aqui.


Os nossos Roteiros por Roma:
Roma 1º e 2º dia
Roma 3º dia
Roma - último dia

Os nossos hotéis em Roma:
Deseo Home - Roma
Hotel Sonya

Outros artigos dedicados a Roma:
Visitar Roma sem gastar
Museus do Vaticano
O meu top 10 das Igrejas de Roma
Forum Romano e Monte Palatino

sábado, 5 de dezembro de 2015

Restaurante Real Cantinho

Restaurante Real Cantinho


O Restaurante Real Cantinho, localizado no Hotel Real Parque, é um restaurante bem informal que oferece refeições da cozinha tradicional portuguesa.
É o local ideal para os que procuram uma refeição rápida e em conta, ou ainda para os que apenas pretendem beber um café e saborear o famoso e galardoado pastel de nata.

A nossa mesa

Possui uma sala agradável, mais com aspecto de café do que propriamente restaurante, com capacidade para 46 pessoas. 
No dia que fomos jantar tinham cerca de 7 mesas e apenas um empregado para as atender a todas, e apesar da simpatia do senhor, a verdade é que o serviço ficou aquém das expectativas pois não conseguia chegar a todo o lado. Este desculpou-se dizendo que tinha faltado um funcionário e por isso estava sozinho, mas a verdade é que nos restantes dias que passámos por lá vimo-lo sempre sozinho.

Zona do balcão
Sala
Para a nosso refeição optámos por um bife à Real Cantinho e um bife à portuguesa, que estavam agradáveis ao palato, apenas achei que as batatas estavam um tanto ao quanto queimadas. Para terminar o simpático empregado ofereceu-nos uns mini-pastéis de nata para sobremesa, pelo tempo que estivemos à espera. 
Os pastéis de nata feitos aqui ficaram em segundo lugar no concurso nacional dos pasteis de nata.

Bife à Cantinho
Bife à Portuguesa

Foi sem dúvida uma refeição agradável e simples, ideal para nós que tínhamos acabado de chegar a Lisboa e queríamos apenas uma refeição rápida e no hotel. 

Espero que tenham gostado. :)

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Um dia em...Lausanne

Um dia em... Lausanne

O artigo de hoje está inserido na rubrica "Um dia em..." e é dedicado ao belo dia que passámos em Lausanne.

Lausanne é uma encantadora cidade na Suíça Romanda, situada nas margens do Lago Léman. Esta é a capital do cantão de Vaud e uma animada cidade universitária, famosa pelos seus hotéis de luxo, cafés e pelo seu belo centro histórico. É ainda conhecida como a Capital Olímpica, sendo a sede do Comité Olímpico Internacional desde 1914.

Lausanne
A cidade foi construída sobre três montanhas com o Lago Léman aos seus pés e nas suas encostas encontram-se maravilhosos vinhedos, sendo a sua paisagem dominada pela Catedral de Notre Damme, no topo de uma colina e que oferece uma vista privilegiada da cidade, do lago e dos Alpes franceses.


Nós em Sauvabelin

O nosso roteiro:
Lausanne é constituída por um grande aglomerado de atracções turísticas e culturais, como tal, apenas uma visita à cidade pode não ser suficiente para conhecer a mesma.

Iniciámos o nosso passeio na zona norte da cidade, na Floresta de Sauvabelinconhecida como “o campo dentro da cidade”. Nesta bonita floresta de carvalhos encontra-se o pequeno Lago Sauvabelin, rodeado por um parque com vários animais do campo, nomeadamente porcos, vacas, cabras, entre outros, sendo um belo local para passear com crianças.

O Lago de Sauvabelin
A Floresta de Sauvabelin
No nosso passeio pela Floresta encontrámos a famosa Torre de Sauvabelin, que mais não é do que uma torre de madeira, com cerca de 35 metros e 302 degraus, construída em 2003. A subida é gratuita e vale muito a pena pois no seu topo somos brindados com imagens belíssimas da cidade e dos Alpes Franceses. Apesar de cansativa vale muito a pena a subida pois a vista que se tem da cidade lá no topo é inigualável. O nosso único senão é que estava muito nevoeiro a imagem não era das mais visíveis.


Torre de Sauvabelin

Depois seguimos caminho até ao centro histórico da cidade, como estávamos com amigos que vivem na Suiça, deslocámo-nos de carro, mas existem transportes públicos neste zona que levam ao centro da cidade.
Começámos o percurso no centro da cidade pela Catedral de Notre Dameuma fantástica catedral cuja construção teve início no séc. XII. Este é o mais impressionante exemplo de arquitectura gótica no país e tal como as grandes catedrais do mundo teve inúmeros arquitectos na sua construção. Foi consagrada a Nossa Senhora em 1275, na presença do Papa e do Imperador. Para além de visitar a Catedral é possível subir à torre e obter uma das vistas mais fantásticas da cidade, nós optámos por não fazer porque a entrada custa CHF 4 e estava um dia de nevoeiro e não íamos conseguir ver grande coisa.


Interior da Catedral
Parte Exterior da Catedral

Depois de sairmos da Catedral, descemos pela Escalier du Marchéuma escadaria de madeira do séc. XIII, e seguimos em direcção à Praça Saint François, onde visitámos a charmosa Igreja Saint François. O edifício inicial foi construído em 1259, quando os franciscanos chegaram à cidade para realizar os serviços religiosos. Mas com o incêndio de 1368 o mesmo foi destruído, tendo sido reconstruído mais tarde. Aquando da invasão do exército bernês foi transformada num templo protestante. 

Igreja de Saint-François
Órgão da Igreja

Seguimos depois em direcção à zona de Ouchy considerada por muitos como a zona mais bonita da cidade, o que eu subscrevo. Aqui ficámos a apreciar a beleza dos vários jardins e do  Lago Lémano maior lago de água doce da Europa. O seu nome vem do tempo dos celtas, que lhe chamavam “Lem na”, que significa água grande. Este divide a Suíça e a França e possui várias localidades inspiradoras de cada um dos lados, sendo um dos principais pontos turísticos de Lausanne. É comum ver os vários espaços públicos em redor do lago sempre com turistas e moradores, que aproveitam o tempo para apreciar o lago e os jardins que se encontram nas suas margens.
Este é daqueles locais que vale a pena caminhar sem pressa e absorver todo o ambiente florido e calmo que por aqui paira, aproveitando para tirar muitas fotografias.

Lago Léman
No nosso passeio ao longo do Lago encontrámos o Museu Olímpico, que nos oferece uma visão geral da história dos Jogos Olímpicos, desde os primeiros jogos de verão em 1986 em Atenas até à atualidade. É um museu super moderno, interativo e interessante, que presta uma homenagem aos homens e mulheres que vivem e celebram o ideal olímpico, não só os atletas, mas também os designers, arquitetos, voluntários e todos os outros intervenientes. A entrada custa CHF 18 e deve contar em perder (do meu ponto de vista é mais ganhar) cerca de duas horas.


Museu Olímpico

Saídos do Museu seguimos caminho sempre à beira do Lago até chegarmos ao Parc Denantou, um bonito parque paisagístico, projetado em 1818, a mando de William Haldimand. Aqui, para além das tradicionais árvores, parque para crianças e estátuas ainda é possível encontrar um bonito pavilhão Tailandês. Este terá sido uma oferta do Rei da Tailândia, aquando do 75º aniversário das relações diplomáticas entre a Suíça e a Tailândia e ficou em Lausanne em memória ao tempo em que o Rei estudou nesta cidade.


Parc Denatou

Depois de muito caminhar decidimos dar por encerrado o nosso dia por Lausanne, esperando puder um dia regressar para visitar tudo o resto que ficou por conhecer.
Com uma topografia sem igual, estações distintas e um cenário de beleza de tirar o fôlego, Lausanne apresenta todos os elementos que inspiram qualquer um, sendo uma cidade em transformação permanente.


E vocês já visitaram Lausanne? Quais as vossas impressões?

Não deixem de ler o nosso artigo sobre outra cidade suíça Um dia em...Montreux 

Espero que tenham gostado.
:)



quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Hotéis em Palácios em Portugal


Hotéis em Palácios em Portugal


Depois de ter visto um artigo do Tripadvisor onde são dados a conhecer alguns hotéis localizados em palácios espalhados pelo mundo, decidi fazer algo semelhante mas com hotéis portugueses que se localizam em belos palácios, que outrora foram a casa de famílias reais e nobres da história de Portugal e do Mundo.

Ao longo dos tempos e por diversos motivos alguns dos palácios mais bonitos do nosso país foram deixando de servir para a função para que foram construídos e alguns chegaram a ficar vazios, o que é realmente uma pena dada a beleza e magnitude destes locais.
Então qual a solução que terá sido encontrada?  Transformar este edifícios históricos em hotéis de luxo e assim manter viva toda a história que cada um deles tem para contar.

Existem muitos outros palácios em Portugal que foram transformados em hotéis mas como não podia falar de todos acabei por fazer uma selecção daqueles de que já tinha ouvido falar.

Palácio da Lousã Boutique Hotel
O Palácio da Lousã foi o primeiro Boutique Hotel do país, estando localizado no Palácio da Viscondessa do Espinhal e é um edifício do séc. XVIII. Este bonito palácio, classificado como Património Histórico de Interesse Público, foi mandado construir por Bernardo Salazar Sarmento d'Eça e Alarcão e possui um brasão, que é composto por um escudo esquartelado com 4 quartéis que possui o timbre dos Eça, dos Arnaut, dos Salazar e dos Sarmento.
Posteriormente, foi transformado numa unidade hoteleira de 4 estrelas, com 46 quartos, 23 dos quais no palácio. Aqui ainda é possível encontrar o charme dos ambientes históricos, presente em todo o hotel. Este é um local importante para mim pois foi o local onde passei a minha noite de núpcias.
Caso queira fazer uma reserva neste hotel basta aceder aqui.

Palácio da Lousã (Fonte: www.palaciodalousa.com)

Palácio Estoril Hotel Golfe e SPA
O Hotel Palácio do Estoril, é um hotel de 5 estrelas, construído em 1930, e que serviu de moradia a algumas famílias reais europeias exiladas, durante a Segunda Guerra Mundial, mas também serviu de abrigo a alguns espiões britânicos e alemães. Foi utilizado também como segunda casa das famílias reais espanhola, italiana, francesa, búlgara e romena e actualmente, ainda é frequentada pelos descendentes destas famílias.
Nas suas instalações podemos encontrar a Galeria Real, onde estão expostos objectos de grandes personalidades destas famílias reais.
Actualmente, e apesar das diversas remodelações que tem sofrido ainda é possível observar muitas das características desse tempo. Possui uma belíssima fachada, maravilhosos jardins e ainda uma decoração clássica e elegante.
Dada a sua história, o Palácio Estoril Hotel Golfe e SPA já serviu de cenário para um dos filmes de James Bond, "007, Ao Serviço de sua Magestade".
Para fazer a sua reserva aceda aqui.

Palácio do Estoril (Fonte: www.palacioestorilhotel.com)

Tivoli Palácio de Seteais
O Tivoli Palácio de Seteais, é um hotel de 5 estrelas em Sintra, localizado num palácio neoclássico luxuoso e romântico do séc. XVIII. Foi mandado construir pelo cônsul holandês, Daniel Gildemeester, num local cedido pelo Marquês de Pombal.
Durante algum tempo foi deixado ao abandono, mas actualmente alberga um luxuoso hotel e restaurante da Sociedade Hotel Tivoli. A sua decoração é absolutamente maravilhosa, possuindo salões majestosos, com pinturas, tapeçarias e afrescos únicos.
Para fazer a sua reserva aceda aqui.

Palácio de Seteais (Fonte: www.booking.com)

Pousada Palácio de Estoi
O Palácio de Estoi, localizado na região de Faro, é um palácio do séc. XIX e era propriedade do Visconde de Estoi, José Francisco da Silva. Este belo palácio possui bonitos jardins com laranjeiras e palmeiras que condizem com o estilo arquitectónico rococó do mesmo.
Este foi totalmente remodelado sob a alçada do arquitecto Gonçalo Byrne, fazendo parte das Pousadas de Charme do Algarve, mas a sua arquitectura actual continua a ostentar vários elementos originais, nomeadamente as pinturas nas paredes e o mobiliário antigo.
O Palácio foi classificado como Imóvel de Interesse Público em 1977.
Para fazer a sua reserva aceda aqui.

Palácio de Estoi (Fonte: www.pestana.com)

Pestana Palácio do Freixo
O Palácio do Freixo é um bonito edifício barroco do séc. XVIII, obra do arquitecto italiano Nicolau Nasoni a mando do cónego D. Jerónimo de Távora e Noronha. Ao longos dos anos foi passando de mão em mão e a determinada altura chegou a albergar uma fábrica de sabão, posteriormente uma destilaria de cereais e mais tarde uma fábrica de moagem. E actualmente é uma pousada que pertence ao Grupo Pestana.
Este belo edifício foi classificado em 1910 Monumento Nacional.
Para fazer a sua reserva aceda aqui.

Palácio do Freixo (Fonte: www.pestana.com)

Bussaco Palace Hotel
O Palácio Real, localizado na Mata Nacional do Buçaco, é um belo edifício do final do séc. XIX de estilo manuelino-gótico e foi projectado pelo arquitecto italiano Luigi Manini a mando do rei D. Carlos I. É conhecido pela sua decoração com painéis de azulejo, afrescos e quadros alusivos à época dos Descobrimentos.
Actualmente, alberga o Bussaco Palace Hotel, um hotel de 5 estrelas, cujo mobiliário vai desde o séc. XVIII até a peças de Arte Nova.
Para fazer a sua reserva aceda aqui.

Palácio do Buçaco (Fonte: www.booking.com)

Hotel Real Palácio
O Palácio Guedes Quinhones é um belo palacete do séc. XVII, que resistiu ao terramoto de 1755 e que foi sofrendo obras de remodelações ao longo dos tempos. Esta bela casa serviu de residência da família Guedes Quinhones, durante 10 gerações, mas em 1927 a mesma foi adquirida pelo Estado Português e passou a albergar o Instituto Sidónio Pais, residência das filhas de professores de ensino primário.
Recentemente, esta bonita moradia foi transformado em hotel, mantendo algumas características iniciais, nomeadamente alguns painéis de azulejos setecentistas.
Para fazer a sua reserva aceda aqui.

Palácio Guedes Quinhones ( Fonte: www.booking.com)

E vocês já ficaram hospedados em algum destes locais? O que acharam?
Conhecem outros hotéis portugueses que se localizem em antigos palácios?
Espero que tenham gostado e que deixem aqui a vossa opinião.